COMPANHEIROS DE ORAÇÃO

“Então Daniel foi para casa, e fez saber o caso a Hananias, Misael e Azarias, seus companheiros” Daniel 2:17

Perante um grande desafio e uma provação tremenda, Daniel não achou que deveria carregar o fardo sozinho. Ele sabia que podia confiar nos seus amigos e que podia contar com eles naquela hora complicada. Quando saiu da presença do rei, não foi tomar um copo para aliviar a tensão, nem acusar o rei de estar a ser injusto, exigindo uma coisa humanamente impossível. Não, ele foi para casa encontrar-se com seus amigos de confiança, partilhar com eles o problema e pedir-lhes que orassem com ele sobre aquele assunto.

É muito importante que todos tenhamos momentos de oração a sós com Deus, mas é muito bom podermos ter um ou dois ou três irmãos que possam ser verdadeiros companheiros de oração, alguém com quem podemos dividir o fardo e abrir nosso coração. Alguém que ama e teme ao Senhor, em quem podemos confiar e que pode ficar ao nosso lado na hora da angústia. O próprio Senhor Jesus, chamou Pedro, Tiago e João e abrindo o seu coração lhes falou do seu temor, da fraqueza da sua carne e pediu-lhes que orassem com ele.

É bom ter companheiros de oração, assim como é bom sermos companheiros de oração de outro irmão. Quem são os teus companheiros de oração?

Abril 5th, 2016|Devocionais|0 Comments

Leave A Comment