A MANIA DAS GRANDEZAS

“Pois não passas de homem e não és Deus” Ezequiel 28:9

Tiro foi uma cidade rica e imponente da antiga Fenícia. O príncipe de Tiro foi alguém que, segundo a descrição bíblica, era muito sábio e poderoso, mas ao mesmo tempo, um homem arrogante e prepotente que encheu o seu coração de vaidade e orgulho, chegando a considerar-se a si mesmo Deus. A consequência deste seu pecado foi a sua humilhação. A sua queda foi tão grande que a todos espantou. O príncipe de Tiro representa, também o próprio Satanás que tendo sido um anjo de luz e glória, quis tomar o lugar de Deus, tendo sido expulso da presença de Deus para ser consumido no inferno.

O mundo está cheio de pessoas que se julgam deuses, gente que afirma não precisar de Deus para nada, gente que pensa que pode resolver sua vida sem precisar de crer em Deus e entregar-lhe seu coração. Pessoas que pensam que a fé em Deus é coisa de gente fraca. A esse pecado de arrogância Deus responderá com humilhação.

Mas também há crentes que pensam que podem resolver sua vida sem Deus, crentes que não se humilham diante do Senhor em oração, que não se curvam diante do Senhor, não buscam a Sua vontade nem se submetem à Sua Palavra, não reconhecem que as vitórias alcançadas são dádivas de Deus e pensam que Deus os abençoa porque são bons e merecem. Também esses, um dia, serão humilhados.

Abril 13th, 2016|Devocionais|0 Comments

Leave A Comment