A ESTUPIDEZ DE UM PROFETA

“E disse o Senhor: É razoável essa tua ira?” Jonas 4:4

Perante o arrependimento dos ninivitas, Deus deixou de enviar o castigo sobre aquela cidade e mostrou a Jonas que Ele é um Deus de amor e compaixão. Esta atitude de Deus revoltou Jonas que queria ver Deus castigar os maus e não perdoá-los. Numa atitude egoísta e infantil, o profeta amua e faz uma espécie de chantagem emocional com Deus, pedindo-lhe a morte. A pergunta que Deus faz a Jonas, é uma afirmação da estupidez da atitude de Jonas.

Há crentes, tal como o profeta, que pensam que Deus é sua exclusividade. Têm ciúmes e inveja do bem que Deus faz aos outros. Quando se zangam com alguém que os ofendeu, em vez de pedirem ao Senhor que os perdoe, tal como Jesus fez em relação aos que o conduziam para o Calvário, pedem ao Senhor que faça justiça e os repreenda. Se Deus abençoar aqueles que eles não gostam, revoltam-se contra Deus, entristecem-se, afastam-se de Deus e fazendo-se de incompreendidos, chegam a dizer que Deus só ouve os outros e nunca a eles. É isso razoável? Não é razoável, não é bíblico, não é cristão.

Como é tu te sentes quando vês algo de bom acontecer na vida de alguém que pensas que é teu inimigo? A tua atitude revela o amor de Cristo em ti, ou revela egoísmo e inveja? Vamos analisar o nosso coração com sinceridade!

Abril 21st, 2016|Devocionais|0 Comments

Leave A Comment