Um testemunho da “Tia Nieta”

Quando a D.Violeta me convidou para fazer o trabalho com as crianças, disse-lhe que não era capaz, logo ela me disse: Agora sei que és capaz de o realizar porque dependes unicamente do Senhor. Já se passaram alguns anos “50”, foram os anos que trabalhei lado a lado com Ele.

Foram anos de esforço, de lutas, de alegrias, pelas crianças que iam aceitando o Senhor como seu Salvador. Quando nos colocamos nas suas mãos, Ele faz maravilhas através destes vasos de barro. Esta semana visitei uma nossa irmã com mais de 90 anos cujos filhos levei a Cristo e através deles ela também encontrou o Senhor Jesus. Esta irmã foi uma boa companheira de oração.

O trabalho foi duro no princípio, faltavam obreiros, professores e dinheiro. Mas tudo isso não foi obstáculo para que o trabalho se realizasse. Falar destes 50 anos, 10 em Lisboa e os restantes no Porto, deixai que vos diga sinto-me inútil, nada fiz para o meu Senhor. Hoje encontro homens e mulheres que passaram pelas nossas classes e ainda hoje se lembram dos coros, lições bíblicas e missionárias, como recordo com saudade os grupos de oração, a fidelidade daquelas senhoras que deixavam tudo para falar com o Senhor. Éramos apenas cinco que orávamos pelas crianças perdidas e também pelo sustento do trabalho.

Levantavam-se grandes ofertas porque estas irmãs andavam segundo o coração de Deus, isto é: corações que buscavam a vontade de Deus. Este grupo era gente muito simples, algumas não sabiam ler, mas graças a deus que o Senhor não olhou para a condição social mas contou com a disponibilidade das mesmas. Classes se abriam, professores chegavam, e muitas crianças eram salvas.

Notamos actualmente que o inimigo continua a tentar as pessoas, e estas esquecem que são a voz, os pés e os braços do Senhor. Muitos professores hoje dizem que as crianças não têm vontade de ouvir e ver as histórias. Já há alguns anos atrás que eu disse que era preciso substituir os métodos para serem mais atraentes. Lembremos que até os desenhos animados de hoje são muito diferentes dos de então. Sentem-se à mesa os que têm responsabilidade e dobrem os joelhos, e busquem a orientação de Deus. Esperem a resposta de joelhos até que o Senhor vos fale. Estou certa de que virão dias de vitória, pois com o Senhor somos mais que vencedores por aquele que nos amou.  Buscai ao Senhor enquanto se pode achar, invocai-o enquanto está perto. O Senhor é o mesmo que actuou no passado. Ele desafia-nos para continuar a sua obra.

Será que nos lembramos que Ele está no controle de tudo? Ele tem um plano para cada um enquanto filhos de Deus. De que forma nos sentimos pelo facto de sabermos que Ele espera grandes coisas de nós? Devemos estar atentos e abertos aos propósitos de Deus. Esperemos até que Ele nos fale. Achamos que aquilo que fazemos se encaixa nos planos de Deus?   Qual é a nossa relacção com Deus? Confiemos em Deus e nos seus planos e busquemos ao Senhor com todo o nosso coração e receberemos respostas para o trabalho.

“Entrega o teu caminho ao Senhor, confia n’Ele e Ele tudo fará” Salmo 34:5   

Julho 26th, 2016|semeador|0 Comments

Leave A Comment